for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Federação italiana quer sistema para contestar decisões de árbitros

Árbitro olha o monitor do VAR durante partida entre Roma e Lazio pelo Campeonato Italiano 26/01/2020 REUTERS/Jennifer Lorenzini

(Reuters) - A Federação Italiana de Futebol (FIGC) pediu ao órgão da Fifa que estabelece as regras, a International Board, se pode adotar um sistema por meio do qual os times da primeira divisão possam contestar decisões dos árbitros e pedir que a tecnologia intervenha.

O Campeonato Italiano adotou o árbitro de vídeo (VAR) na temporada 2017-2018, mas recebeu críticas de técnicos que sentem que a tecnologia deveria analisar decisões polêmicas tomadas pelos árbitros de campo.

Napoli e Parma se revoltaram com o VAR na semana passada por causa de erros do árbitro que lhes custaram pênaltis, e o FIGC acredita que os técnicos deveriam poder questionar decisões, como os tenistas com as marcações de linha duvidosas.

O FIGC disse que recebeu pedidos de vários clubes da liga italiana e que abordou a questão informalmente com a Fifa, dizendo à entidade que está disposto a experimentar o uso de desafios dentro de um período de tempo e um processo especificado pela International Board.

A entidade realizará sua Reunião Anual Geral em Belfast no dia 29 de fevereiro, quando temas como possíveis desenvolvimentos futuros no uso do VAR e protocolos de concussão serão debatidos.

Por Rohith Nair em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up