for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Williams anuncia recomeço depois de temporada desoladora em 2019

Carro da Williams durante treino para o Grande Prêmio de Abu Dhabi 30/11/2019 REUTERS/Hamad I Mohammed

LONDRES (Reuters) - A Williams exibiu seu novo carro de Fórmula 1 falando grosso nesta segunda-feira, já que a ex-campeã busca uma reviravolta depois de terminar a temporada desoladora de 2019 no último lugar com somente um ponto.

A equipe sediada no Reino Unido apresentou o FW43 como uma evolução do carro de motor Mercedes do ano passado para uma temporada sem grandes mudanças antes da revolução das regras programada para 2021, mas com áreas problemáticas devidamente resolvidas.

“Este ano marca um recomeço para a equipe”, disse a vice-diretora, Claire Williams, em um comunicado depois que imagens do carro foram divulgadas na internet.

“Passamos um tempo tratando de nossas áreas de fraqueza e obtivemos as pessoas, estruturas, procedimentos e recursos certos para produzir carros de corrida competitivos.”

“Todos nós estamos comprometidos a reconstruir a Williams e voltar a tornar a equipe competitiva. Assim sendo, nossa campanha 2020 diz respeito a fazer progresso. O espírito combativo ainda está muito vivo”.

Antes dominante, a Williams não vence um Grande Prêmio desde o triunfo do venezuelano Pastor Maldonado na Espanha em 2012. Antes disso, a escuderia havia vencido pela última vez em 2004.

O último campeonato mundial conquistado pela equipe veio em 1997 com o canadense Jacques Villeneuve.

A Williams só fez oito pontos, o equivalente a uma sexta colocação em uma corrida, nos últimos dois anos. A velocidade do declínio tem sido chocante, já que a equipe ficou com a terceira colocação em 2014 e 2015.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up