for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Times brasileiros oferecem estádios para ajudar na luta contra coronavírus

Manequim com a camiseta da Seleção Brasileira e uma máscar de proteção em meio à pandemia de coronavírus. 29/2/2020. REUTERS/Amanda Perobelli

(Reuters) - Alguns times de futebol brasileiros se juntaram à luta contra o coronavírus oferecendo seus estádios e centros de treinamentos às autoridades. O Bahia, o Athletico Paranaense e o São Paulo estão entre os clubes que tomaram a medida nesta quinta-feira.

“Colocamos um de nossos centros de treinamento à disposição do governo para receber pacientes com Covid-19, o tempo que precisar”, disse o Bahia em sua conta no Twitter.

O clube anunciou que tem 3 pavilhões com 28 quartos no centro de treinamento Fazendão, e que as autoridades logo começariam a transportar seus pacientes para lá.

“Iremos transferir para o Fazendão os pacientes de Covid-19 que não precisarem de tratamentos complexos”, disse o governador da Bahia, Rui Costa.

Em Curitba, o Athletico ofereceu seu estádio e seu centro treinamento às autoridades “para o uso que entenderem necessário”.

O São Paulo também ofereceu suas instalações, incluindo o estádio do Morumbi.

Muitos clubes também usaram suas contas nas redes sociais para passar informações de saúde pública aos torcedores.

O Brasil tem até agora 621 casos confirmados de coronavírus, com sete mortos.

Reportagem de Andrew Downie

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up