April 3, 2020 / 2:25 PM / 4 months ago

Sem Wimbledon, Federer e Serena Williams perdem chance de atingir marcas históricas

MUMBAI (Reuters) - O cancelamento do torneio de Wimbledon nesta semana não apenas aumentou a possibilidade de uma eliminação total do tênis pelo restante da temporada, mas também pode ter colocado um fim na busca de Roger Federer e Serena Williams por mais um título de Grand Slam.

Tenista Serena Williams se prepara para jogada no Aberto da Austrália 24/01/2020 REUTERS/Kai Pfaffenbach/File Photo

Wimbledon foi cancelado na quarta-feira pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial devido à pandemia de coronavírus. A suspensão do tênis profissional foi prorrogada até 13 de julho.

As temporadas inteiras de saibro e grama foram canceladas, e a paralisação de quatro meses deve causar estragos nas finanças dos jogadores de ranking mais baixo.

Embora Federer, de 38 anos, esteja imune às consequências financeiras da paralisação, isso pode afetar sua esperança de aumentar o recorde de 20 títulos de Grand Slam.

O último título de Grand Slam de Federer aconteceu no Aberto da Austrália de 2018 e o mais próximo que ele chegou de ampliar seu recorde foi na final de Wimbledon do ano passado.

A última partida de Federer foi a semifinal do Aberto da Austrália, antes de ser submetido a uma cirurgia no joelho em fevereiro. Sua próxima chance em Grand Slam seria o Aberto dos EUA, programado para ocorrer em Nova York de 31 de agosto a 14 de setembro.

O australiano Todd Woodbridge, nove vezes campeão de Wimbledon nas duplas e semifinalista em simples, levanta dúvidas sobre o futuro da carreira do suíço caso a temporada seja cancelada por completo.

“A questão que Roger terá que se perguntar é qual é a motivação dele para voltar por mais um ano?”, disse Woodbridge à Australian Associated Press esta semana.

“Ou isso o ajudou? Mas, quanto menos partidas disputadas nesse período nessa idade, é muito mais difícil voltar e recuperar quando você começa novamente.”

Federer garante que estará presente em Wimbledon no próximo ano, enquanto Serena Williams está de boca fechada sobre o futuro.

A norte-americana, que completou 39 anos em setembro, perdeu na final de Wimbledon do ano passado e continua a um Grand Slam de empatar em 24 títulos com a recordista de Margaret Court.

Ela chegou a quatro finais de Grand Slam desde que deu à luz a filha Olympia em 2017, mas não conseguiu vencer nenhuma.

Martina Navratilova, ganhadora de 18 títulos individuais de Grand Slam, diz que a situação não é ideal para ninguém, mas para atletas como Serena e Federer o tempo é fundamental.

“Os jovens estão perdendo a chance de melhorar e enfrentar jogadores de alto escalão”, disse ela. “Os jogadores de meia idade estão paralisados, e para jogadores mais velhos, como Serena Williams e Roger Federer, o tempo não é amigo. Então eles basicamente perderam neste ano esta oportunidade.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below