for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Atacante Son inicia serviço militar durante paralisação da liga inglesa

Atacante do Tottenham Son Heung-min 16/02/2020 Action Images via Reuters/Andrew Boyers

LONDRES (Reuters) - O atacante do Tottenham Hotspur Son Heung-min começará o serviço militar obrigatório em sua terra natal, Coreia do Sul, enquanto a Premier League permanece suspensa devido à pandemia de coronavírus, anunciou o clube de Londres nesta segunda-feira.

Son, que voltou para a Coreia do Sul no final de março, está atualmente em quarentena e iniciará o serviço neste mês.

O jogador de 27 anos, que está afastado desde que fraturou a mão em fevereiro, deveria servir 21 meses, mas ganhou dispensa desse tempo quando levou a Coreia do Sul ao ouro nos Jogos Asiáticos de 2018.

“O clube pode confirmar que Son Heung-Min começará seu serviço militar obrigatório na Coreia do Sul este mês”, disse o Tottenham Spurs em comunicado.

“Nossa equipe médica está em contato regular enquanto ele conclui sua recuperação depois de fraturar o braço em nossa vitória por 3 x 2 contra o Aston Villa em 16 de fevereiro e continua treinando.”

O Tottenham, que estava em oitavo na tabela de classificação quando a temporada foi suspensa, disse que Son retornará a Londres após a conclusão de seu serviço militar em maio.

Reportagem de Arvind Sriram em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up