for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Jogadores da Roma concordam em ficar 4 meses sem salário

ROMA (Reuters) - Os jogadores e comissão técnica da Roma concordaram em abdicar de seus salários por quatro meses para ajudar o clube durante a crise causada pela pandemia do coronavírus.

O Campeonato Italiano está suspenso desde o dia 9 de março e não se sabe se ou quando será retomado. A Roma informou neste domingo, em comunicado, que os jogadores abdicaram de receber os salários aos quais teriam direito entre março e junho, que marca o fim da temporada europeia.

O clube informou ainda que os atletas também complementarão o salário dos outros funcionários do clube, que estão sob a rede de proteção social do governo italiano, para garantir que eles recebam seus salários integrais.

Os diretores do clube também abrirão mão de parte de seus ganhos.

por Brian Homewood

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up