for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Mike Tyson volta a treinar e cogita exibições de caridade

(Reuters) - A decisão de Mike Tyson de voltar a treinar foi recebida com entusiasmo por fãs e por alguns colegas de ringe após a divulgação de um vídeo curto que mostra que o ex-boxeador de 53 anos ainda tem velocidade e força de sobra.

Mike Tyson 22/02/2020 REUTERS/Steve Marcus

O ex-campeão mundial dos pesos-pesados, que disse que pode voltar a lutar em exibições para arrecadar dinheiro para caridade, publicou um vídeo de treinamento em uma rede social que já foi visto mais de nove milhões de vezes.

A filmagem mostra o norte-americano, o primeiro peso-pesado a deter os títulos da WBA, WBC e IBF, se exercitando com o treinador Rafael Cordeiro.

“Tenho me exercitado, estou tentando entrar no ringue, acho que vou fazer algumas exibições e entrar em forma”, disse Tyson em uma sessão ao vivo no Instagram com o rapper T.I.

“Quero ir à academia e entrar em forma para conseguir fazer exibições de três ou quatro rounds para algumas instituições de caridade.”

“Faço duas horas de cárdio, faço bicicleta e esteira durante uma hora, depois pego alguns pesos leves, 300, 250 repetições.”

“Depois começo meu dia com o lance do boxe, vou lá e bato nas luvas, 30 minutos, 25 minutos, começo a ficar em uma condição melhor”.

Cordeiro disse à rede ESPN: “Ele não batia em luvas há quase 10 anos, então não esperava ver o que vi. Vi um cara com a mesma velocidade, a mesma força de caras de 21, 22 anos.”

Tyson se aposentou após uma derrota para Kevin McBride em 2005, mas mais de uma década depois sua possível volta ao ringue já dá o que falar.

Campeão mundial dos pesos-pesados mais jovem da história ao derrotar Trevor Berbick em 1986 com 20 anos, Tyson venceu 50 de suas 58 lutas profissionais.

Por Arvind Sriram em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up