May 11, 2020 / 2:39 PM / 3 months ago

Aberto da França pode ser realizado sem torcida, dizem organizadores

02/05/2020 REUTERS/Leonhard Foeger/

MUMBAI (Reuters) - O Aberto da França, adiado de maio para setembro devido ao surto de coronavírus, pode ser realizado sem torcida, disseram os organizadores do Grand Slam no saibro.

Roland Garros estava programado para 24 de maio a 7 de junho, mas a Federação Francesa de Tênis (FFT) o reagendou para 20 de setembro a 4 de outubro, numa tentativa de salvar o torneio de ser outra vítima da pandemia de Covid-19.

Na semana passada, a FFT informou que todos os ingressos comprados para o Aberto da França deste ano seriam cancelados e reembolsados ​​em vez de transferidos.

“Organizá-lo sem torcedores permitiria que uma parte da economia continuasse girando, (como) os direitos de televisão e os patrocinadores”, disse Bernard Giudicelli, presidente da FFT, ao jornal francês Le Journal du Dimanche. “Não estamos descartando nenhuma opção.”

A temporada de tênis foi suspensa no início de março devido à pandemia, e a pausa continuará pelo menos até meados de julho, com muitos países em confinamento.

Wimbledon foi cancelado, enquanto o Aberto dos EUA, programado para ocorrer no final de agosto, ainda está incerto.

A FFT foi amplamente criticada quando anunciou em meados de março que o Aberto da França seria transferido, com jogadores lamentando a falta de comunicação, já que as novas datas entram em conflito com a temporada da quadra dura.

Reportagem de Sudipto Ganguly

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below