for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Equipes da Bundesliga estão em isolamento antes da retomada da temporada

Bola da Bundesliga durante partida entre Borussia Moenchengladbach e Colonia pelo Campeonato Alemão 11/03/2020 REUTERS/Wolfgang Rattay

BERLIM (Reuters) - As equipes de futebol da Alemanha começaram a semana em isolamento nesta segunda-feira, após entrarem em quarentena de sete dias antes do reinício da temporada da Bundesliga, no sábado, com os chefes de clubes afirmando que concluir a temporada em meio ao surto do coronavírus não será fácil.

A Liga Alemã de Futebol (DFL, na sigla em inglês) decidiu na semana passada retomar a primeira e segunda divisão a partir de 16 de maio, após uma suspensão por dois meses, tornando-a a primeira grande liga esportiva a tentar retomar as atividades.

As equipes têm sido encaminhadas para o isolamento obrigatório, de sete dias, após a testagem do vírus, a fim de reduzir o risco de infecção antes de jogar em estádios vazios, com apenas uma determinada quantidade de funcionários, para ajudar a impedir a propagação do vírus.

Vários clubes, incluindo o Bayern de Munique, o Borussia Dortmund e o Wolfsburg, têm escolhido hotéis em suas cidades para reduzir o tempo de viagem para locais de treinamento e aeroportos nos jogos do fim de semana.

Outros, como o Schalke 04, que enfrenta o Dortmund no Dérbi do Vale do Ruhr, e o Borussia Moenchengladbach estão utilizando hotéis em seus estádios.

Bayer Leverkusen e Union Berlin mudaram-se para hotéis mais isolados, no campo, assim como o clube Paderborn, que passará a semana em uma cidade nas proximidades de fontes termais.

Jogadores e funcionários usavam máscaras quando partem para hotéis, onde a distância entre as mesas nos almoços e jantares das equipes será rotineira, assim como os quartos individuais, nos quais os jogadores fazem suas próprias camas para reduzir o contato desnecessário com outras pessoas.

Os planos para reinício, no entanto, sofreram um revés no sábado, depois que toda a equipe do Dynamo Dresden, da segunda divisão, foi colocada em quarentena de duas semanas após dois testes positivos para o coronavírus.

Por Karolos Grohmann

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up