for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Sainz assina com a Ferrari; Ricciardo o substitui na McLaren para 2021

LONDRES (Reuters) - O espanhol Carlos Sainz fará uma mudança dos sonhos para a Ferrari no próximo ano e será substituído pelo australiano Daniel Ricciardo na McLaren, enquanto o carrossel de pilotos da Fórmula 1 deu outro grande giro nesta quinta-feira, com a temporada 2020 ainda sem começar.

26/02/2020 REUTERS/Albert Gea

A Ferrari informou que Sainz, de 25 anos, que substitui o tetracampeão mundial Sebastian Vettel ao lado do jovem monegasco Charles Leclerc na equipe mais glamourosa do esporte, assinou contrato para 2021 e 2022.

A saída de Vettel no final de uma temporada paralisada até agora pela pandemia de Covid-19 foi anunciada na terça-feira, e o próximo passo do alemão segue incerto.

“Com cinco temporadas nas costas, Carlos provou ser muito talentoso e mostrou que tem a capacidade técnica e os atributos certos para torná-lo um encaixe ideal com a nossa família”, disse o diretor da Ferrari, Mattia Binotto.

A transferência também encerra as especulações sobre o futuro de Lewis Hamilton, que permanecerá na Mercedes em busca do sétimo título para igualar o recorde de Michael Schumacher.

Ricciardo deixará a Renault depois de optar pela McLaren, ex-campeã mundial que rejeitou em 2018 ao deixar a Red Bull.

“A contratação de Daniel é mais um passo adiante em nosso plano de longo prazo e trará uma nova e empolgante dimensão para a equipe, ao lado de Lando”, disse o CEO da McLaren Racing, Zak Brown, ao anunciar um acordo de vários anos.

O australiano, sete vezes vencedor de corrida com a Red Bull, será o homem experiente ao lado do britânico Lando Norris, de 20 anos, com a McLaren também trocando de motores Renault para Mercedes em 2021.

“Adiós, amigo! Foi apenas um ano, mas foi um prazer”, disse Norris a Sainz em um post no Twitter. “Demos boas risadas e temos algumas lembranças. Vamos dar a este ano a despedida que merece.”

A Ferrari será a quarta equipe de Sainz depois de uma estreia em 2015 na Toro Rosso, seguido de passagens pela Renault e McLaren.

Ele agora segue os passos do herói de infância, amigo, compatriota e bicampeão mundial Fernando Alonso, que também passou da Minardi (antecessora da Toro Rosso) para Renault, McLaren e Ferrari.

O espanhol de 38 anos, que deixou a Fórmula 1 no final de 2018, agora está sendo ligado a um possível retorno à Renault, de acordo com especulações na mídia.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up