for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Klopp diz que nenhum jogador do Liverpool será forçado a treinar

Técnico do Liverpool, Juergen Klopp. 20/5/ 2020. REUTERS/Phil Noble

LONDRES (Reuters) - Nenhum jogador do Liverpool será forçado a treinar se não se sentir seguro, disse o técnico Juergen Klopp nesta quarta-feira, após o primeiro treino do time líder da Premier League em mais de nove semanas.

A liga inglesa foi interrompida em 13 de março devido à pandemia de Covid-19, mas os clubes agora podem treinar em pequenos grupos.

Klopp afirmou à televisão Sky Sports após uma primeira sessão de treino com 10 jogadores que espera que todos os seus atletas aparecessem, mas que eles não estão sob pressão.

“A escolha é deles, isso está claro”, declarou o alemão, que teve mais dois grupos de treinamento ainda na quarta-feira.

Eu disse antes do treino: ‘Vocês estão aqui por livre arbítrio. Normalmente, vocês assinam um contrato e precisam entrar quando eu digo. Nesse caso, se vocês não se sentirem seguros, não precisam estar aqui’”.

“Não há restrições, não há punição, nada. Portanto, a decisão é deles e respeitaremos 100%.”

“Os rapazes estão bem. Nunca colocaríamos alguém em perigo para fazer o que queremos. Sim, nós amamos o futebol e, sim, é o nosso trabalho, mas não é mais importante do que nossas vidas ou a vida de outras pessoas”, completou.

O Liverpool estava 25 pontos à frente do segundo colocado Manchester City e a duas vitórias de seu primeiro título inglês desde 1990 quando a temporada foi interrompida.

Por Alan Baldwin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up