June 3, 2020 / 4:45 PM / 2 months ago

Ex-atacante francês Henry clama por mudança urgente após morte de Floyd

Técnico do Montreal Impact, Thierry Henry 29/02/2020 Eric Bolte-USA TODAY Sports

(Reuters) - O ex-atacante do Arsenal e da seleção da França Thierry Henry somou sua voz aos protestos pela morte de George Floyd, um homem negro desarmado que foi morto sob custódia policial nos Estados Unidos, pedindo ações urgentes para impedir o racismo.

Imagens de vídeo mostraram um policial branco ajoelhado no pescoço de Floyd, de 46 anos, por quase nove minutos antes da morte dele em 25 de maio, provocando indignação e protestos nos EUA e ao redor do mundo.

“Precisamos urgentemente de mudanças, exigimos mudanças e, o mais importante, merecemos mudanças. Faça acontecer agora. Já basta”, tuitou Henry, técnico do Montrealr Impact, time da liga norte-americana de futebol Major League Soccer.

“Por que isso ainda está acontecendo em 2020? Por que os mesmos racistas aplaudem qualquer minoria étnica que joga pelo time que eles apoiam, mas abusam das mesmas minorias nas ruas?”

Henry se junta a outras figuras do esporte ao se manifestar contra o racismo e a violência policial após a morte de Floyd, incluindo o astro do basquete Michael Jordan e o campeão da Fórmula 1 Lewis Hamilton, entre outros.

“Por que todos os métodos que estamos usando para erradicar isso da nossa sociedade não estão funcionando? Isso se prolongou por muito tempo e chegamos longe demais para que isso seja tolerado na sociedade moderna”, acrescentou o francês.

Por Arvind Sriram, em Bengaluru

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below