for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cristiano Ronaldo perde pênalti, mas Juventus avança para a final da Copa da Itália

Lance da partida entre Juventus e Milan, pela semifinal da Copa da Itália. 12/6/2020 REUTERS/Massimo Pinca

TURIM, Itália (Reuters) - Cristiano Ronaldo perdeu pênalti no empate sem gols da Juventus contra o Milan, mas a equipe de Turim garantiu vaga na final da Copa da Itália no reinício da temporada após a suspensão de três meses devido à pandemia do coronavírus.

A Juve se classificou com o gol marcado no jogo de ida, um empate fora de casa por 1 x 1 na primeira partida da semifinal em 13 de fevereiro, e enfrenta o vencedor do confronto entre Napoli e Inter de Milão, que se enfrentam no sábado.

Os dois principais momentos da partida aconteceram com seis segundos de diferença na partida disputada sem a presença de torcedores no Allianz Stadium.

A Juventus teve um pênalti marcado a favor aos 16 minutos de jogo, após os árbitros do VAR concluírem que a bola havia desviado no cotovelo de Andrea Conti, mas Cristiano Ronaldo, cuja cobrança de pênalti no primeiro jogo se mostrou decisiva, acertou a trave.

Foi o segundo pênalti perdido pelo português de 35 anos depois de duas temporadas no clube.

O Milan se fechou e não deixou a bola circular em seu campo de defesa, e nesse impulso o atacante Ante Rebic acertou o brasileiro Danilo e foi expulso, forçando os visitantes a jogarem mais de 70 minutos com um a menos.

A equipe rubro-negra de Milão, sem o atacante Zlatan Ibrahimovic, que trata uma lesão na panturrilha, se segurou bem, mas quase não ameaçou a Juve e não conseguiu o gol que a levaria à final do torneio.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up