for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

US Open ocorrerá sem público em meio à pandemia, diz mídia

Rafael Nadal comemora match point contra Marin Cilic no US Open de 2019 02/09/2019 Robert Deutsch-USA TODAY Sports

(Reuters) - A Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA, na sigla em inglês) irá realizar o US Open neste ano sem torcedores, em meio ao surto da Covid-19, apesar de alguns grandes atletas terem expressado preocupação em participar do torneio em razão do vírus, segundo a mídia.

A Forbes, que citou fontes não identificadas, disse que o ATP Tour masculino e o WTA, que é responsável pelo circuito feminino, devem, ambos, aprovar um plano para o evento em Nova York, entre os dias 31 de agosto e 13 de setembro, e que um anúncio formal será feito em breve.

Os acordos da USTA com os circuitos masculinos e femininos estão “ocorrendo ou quase lá”, disse uma fonte à Forbes. A ESPN, que citou uma fonte familiarizada com o plano, disse que o USTA está aguardando por um sinal verde das autoridades de saúde locais e estaduais.

A USTA não respondeu de forma imediata quando procurada pela Reuters, por email, para comentar sobre os planos.

“Estamos acompanhando cada etapa do procedimento (de reinício) com grande esperança de anunciar que o US Open em 2020 será disputado em sua data programada regularmente”, disse o porta-voz da USTA, Chris Widmaier, em uma notícia veiculada pela ESPN. “Esperamos fazer um anúncio em um futuro muito próximo.”

Torneios profissionais de tênis não são realizados desde março, devido à pandemia do coronavírus, que deixou o calendário do esporte em aberto, e a paralisação será estendida até o mês de agosto.

Wimbledon foi completamente cancelado enquanto o Aberto da França foi transferido para setembro e deve iniciar uma semana após a final masculina do US Open.

Por Frank Pingue em Toronto

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up