for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Federação inglesa reduz 124 postos de trabalho por impacto da Covid-19

Estádio de Wembley, em Londres 23/05/2020 REUTERS/Andrew Couldridge/

LONDRES (Reuters) - A Associação Inglesa de Futebol (FA) anunciou nesta segunda-feira que reduzirá 124 cargos de trabalho dentro da entidade devido ao impacto financeiro da pandemia de Covid-19.

Com o futebol suspenso por 100 dias na Inglaterra devido à pandemia, a FA foi atingida pela falta de receita com jogos internacionais e a copa doméstica e afirmou prever perdas potenciais de cerca de 300 milhões de libras.

“Como uma organização sem fins lucrativos, isso nos afetará bastante”, disse o executivo-chefe da FA, Mark Bullingham, em comunicado.

“Portanto, nos últimos meses, analisamos o orçamento de todas as divisões da FA, a fim de identificar as áreas mais adequadas para economizar custos.”

“A situação piorou a um ponto em que agora precisamos reduzir o tamanho da federação para lidar com o impacto financeiro da crise”, acrescentou.

A FA disse que 42 posições já estavam vagas antes da crise de Covid-19, e a proposta é de remoção de 82 outros postos da organização.

A FA Cup recomeçou no final de semana com jogos das quartas de final em estádios vazios. Classificaram-se para as semifinais Manchester United, Chelsea, Arsenal e Manchester City.

O Manchester United enfrentará o Chelsea enquanto o Arsenal encara o City, com os jogos marcados para Wembley nos dias 18 e 19 de julho.

Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up