for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Messi avalia saída do Barcelona após conversa com Koeman, diz mídia

Atacante Lionel Messi em partida entre Barcelona e Atlético de Madri 30/06/2020 REUTERS/Albert Gea

BARCELONA (Reuters) - Lionel Messi ainda deseja sair do Barcelona depois de se reunir com o novo técnico Ronald Koeman, de acordo com reportagens da mídia espanhola nesta sexta-feira, quando os quatro jornais esportivos dedicaram suas capas ao futuro incerto do argentino.

O jornal mais vendido da Espanha, Marca, informou que o argentino disse a Koeman ser mais provável que ele deixe o clube do que permaneça, enquanto o AS afirmou na capa que Messi se vê saindo.

O jornal Mundo Deportivo, de Barcelona, disse que Messi “não vê seu futuro com clareza”, mas ressaltou que o capitão tem poucas esperanças de deixar o clube imediatamente devido à cláusula de liberação de 700 milhões de euros.

Messi, que chegou ao Barça com 13 anos, marcou um recorde de 634 gols pelo time catalão em 730 partidas e também é o jogador mais vitorioso do clube com 33 troféus.

Ele está a 37 jogos de igualar Xavi Hernández como o atleta que mais vestiu a camisa do clube na história.

Mas o jogador de 33 anos está no último ano de seu contrato com o clube e as dúvidas sobre seu futuro aumentaram desde a derrota histórica de 8 x 2 na semana passada para o Bayern de Munique na Liga dos Campeões, que o Barça não vence desde 2015.

O Sport, publicação também sediada em Barcelona, falou sobre uma “primeira reunião de cúpula” entre o capitão e o treinador, acrescentando que Messi interrompeu as férias para se encontrar com Koeman.

O treinador holandês disse em sua apresentação na quarta-feira que deseja a permanência de Messi, embora não tenha mostrado tanta reverência ao jogador como alguns de seus antecessores.

Reportagem de Richard Martin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up