for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Castroneves tentará 4ª vitória nas 500 Milhas de Indianápolis, talvez pela última vez

Helio Castroneves nos boxes durante treinos para as 500 Milhas de Indianápolis 13/08/2020 Brian Spurlock-USA TODAY Sports

(Reuters) - Hélio Castroneves tentará no domingo aquela que pode ser sua última chance de entrar no clube exclusivo de pilotos que venceram as 500 Milhas de Indianápolis quatro vezes, já que o brasileiro não tem equipe garantida para 2021.

Se Castroneves quiser se juntar a A.J. Foyt, Al Unser e Rick Mears, terá que contar muito com seu domínio do grande circuito oval para superar a pior posição de largada de sua carreira.

Castroneves, que se tornou o primeiro piloto a vencer a Indy 500 de ponta a ponta em suas primeiras duas participações, em 2001 e 2002, e voltou a vencer em 2009, espera que sua experiência lhe dê uma vantagem quando as bandeiras verdes derem a largada.

“Sem dúvida, toda vez que você entra na pista, entende melhor o processo”, disse Castroneves, que largará na 28ª posição, à revista Autoweek. “Mas também, toda vez é diferente, seja o equipamento ou o tempo para se preparar.”

“Desta vez, por exemplo, só temos alguns dias para nos prepararmos, e isso deve nos ajudar.”

Castroneves, que está com a Penske desde 2000, sente que ainda tem muito a oferecer, e disse à Autoweek que, embora esteja aberto a correr em outras categorias, prefere fazer o que conhece melhor.

“Eu correria em outro planeta, se você pedisse. Mas, obviamente, faz mais sentido ficar na IndyCar ou na IMSA, porque tenho experiência”, disse.

“Começar tudo de novo, não estou dizendo que não o faria, mas faz mais sentido, depois de todos estes anos, ficar em uma destas categorias.”

Por Frank Pingue em Toronto

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up