for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Sevilla bate Inter de Milão por 3 x 2 e conquista título da Liga Europa

Diego Carlos, do Sevilla, chuta de bicicleta para garantir a vitória sobre a Inter de Milão na final da Liga Europa 21/08/2020 Friedemann Vogel/Pool via REUTERS

COLÔNIA, Alemanha (Reuters) - O Sevilla conquistou o título da Liga Europa com uma vitória por 3 x 2 sobre a Inter de Milão, depois que o zagueiro brasileiro Diego Carlos acertou um chute de bicicleta que foi desviado para o próprio gol pelo artilheiro do time italiano, Romelu Lukaku, em uma disputa eletrizante nesta sexta-feira.

O gol contra foi um anticlímax surpreendente para a primeira temporada de Lukaku na Inter, após ele ter estabelecido a maior sequência de gols na história da Copa da Uefa/Liga Europa ao marcar pelo 11º jogo consecutivo, quando deu ao clube italiano uma vantagem inicial.

Lukaku também igualou o recorde do brasileiro Ronaldo com 34 gols pela Inter em todas as competições de uma temporada, mas não foi um grande consolo, já que o corajoso Sevilla conquistou seu sexto título da segunda maior competição europeia de clubes.

Lukaku colocou a Inter na frente com um pênalti aos cinco minutos, depois de ser derrubado na área por Diego Carlos.

De Jong, que saiu do banco para marcar na vitória do Sevilla por 2 x 1 sobre o Manchester United nas semifinais, mostrou seu instinto matador mais uma vez com dois cabeceios certeiros que viraram o marcador.

O holandês empatou aos 12 minutos após cruzamento maravilhoso da direita de Jesus Navas e, em seguida, venceu o goleiro da Inter, Samir Handanovic, aos 33, ao completar de cabeça cobrança de falta de Ever Banega.

No entanto, a alegria do Sevilla durou pouco, e a Inter empatou em 2 x 2 através do zagueiro Diego Godín, que aproveitou cobrança de falta do meio-campista croata Marcelo Brozovic para marcar também de cabeça.

O ritmo do jogo diminuiu após o intervalo, até que Lukaku desperdiçou uma chance de ouro aos 20 minutos ao sair cara a cara com o goleiro Bono, que levou a melhor no duelo.

Lukaku agravou o pesadelo aos 29 do segundo tempo, quando Diego Carlos ficou livre dentro da área para acertar uma bicicleta. A bola parecia se encaminhar para fora, mas o atacante belga instintivamente esticou o pé e a empurrou contra sua própria rede.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up