for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Bolt tem teste positivo para coronavírus confirmado

Usain Bolt em Reims, na França 12/09/2018 REUTERS/Benoit Tessier/

KINGSTON (Reuters) - O velocista recordista mundial e dono de oito medalhas olímpicas de ouro, Usain Bolt, testou positivo para coronavírus e está isolado em sua casa na Jamaica, depois de comemorar na semana passada seu 34º aniversário com uma grande festa sem máscaras.

O Ministério da Saúde da Jamaica confirmou na noite de segunda-feira que Bolt, que detém os recordes mundiais de 100m e 200m, teve um teste positivo depois que postou um vídeo nas redes sociais por volta do meio-dia dizendo que estava esperando pelos resultados.

“Só para garantir, eu me coloquei em quarentena”, disse Bolt na mensagem que parecia ter gravado a si próprio enquanto estava deitado na cama.

O único velocista a ganhar medalhas de ouro dos 100m e 200m em três Olimpíadas consecutivas (2008, 2012 e 2016) disse que não tinha nenhum sintoma da Covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Bolt afirmou que fez o teste no sábado, um dia depois de comemorar seu aniversário em uma festa onde os convidados dançaram o hit “Lockdown”, do cantor de reggae jamaicano Koffee.

Os fãs desejaram a Bolt uma recuperação rápida nas redes sociais - “beba seu chá de gengibre”, escreveu um - embora alguns o acusassem de descuido.

Os casos diários confirmados na Jamaica aumentaram para mais de 60 nos últimos quatro dias, de menos de 10 apenas algumas semanas atrás. A Jamaica agora tem 1.612 casos confirmados e 16 mortes por coronavírus.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up