for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Advogados de Maguire apelam de condenação por briga em ilha grega

Capitão do Manchester United, Harry Maguire 5/8/2020 REUTERS/Carl Recine

ATENAS (Reuters) - Os advogados do capitão do Manchester United, Harry Maguire, apelaram de uma decisão de um tribunal grego que o considerou culpado de várias acusações após uma briga na ilha de Mykonos na semana passada, disseram fontes próximas ao processo à Reuters.

“Sim, o advogado de Maguire Alexis Anagnostakis apresentou um recurso”, afirmou uma das fontes, acrescentando que as acusações são “erradas e falsas”.

O zagueiro da seleção inglesa e do Manchester United, de 27 anos, foi uma das três pessoas presas na quinta-feira após uma briga com a polícia em Mykonos.

Na terça-feira, um tribunal da ilha vizinha de Syros determinou ao jogador uma pena de 21 meses e 10 dias sob acusações de lesão corporal, tentativa de suborno, violência contra funcionários públicos e insulto, disseram funcionários do tribunal. Maguire negou as acusações contra ele.

Após a audiência, o técnico da Inglaterra, Gareth Southgate, retirou Maguire de sua equipe para os jogos da Liga das Nações do próximo mês contra a Islândia e a Dinamarca.

“Eu continuo forte e confiante em relação à nossa inocência neste assunto – eu, minha família e amigos somos as vítimas”, disse Maguire em um comunicado após o veredicto.

Reportagem de Renee Maltezou

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up