for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Djokovic avança em Roland Garros com outra vitória fácil em 3 sets

Novak Djokovic durante partida em Roland Garros 01/10/2020 REUTERS/Christian Hartmann

PARIS (Reuters) - O primeiro cabeça de chave Novak Djokovic mal transpirou para chegar à terceira rodada de Roland Garros com uma vitória tranquila de 6-1, 6-2 e 6-2 sobre o lituano Ricardas Berankis em meros 83 minutos nesta quinta-feira.

Como em seu êxito sobre o jovem sueco Mikael Ymer na primeira rodada, o tenista de 33 anos encontrou um mínimo de resistência, e seu único receio ao enfrentar o colombiano e 153º do mundo Daniel Galán na próxima fase será chegar à segunda semana do torneio sem ter tido um desafio à altura.

Berankis, o 66º do ranking, só conseguiu vencer cinco games em seu confronto de Grand Slam anterior contra Djokovic, no Aberto dos Estados Unidos de 2013, e a partida mais recente não passou de uma repetição daquela.

Djokovic, que busca sua segunda coroa em Roland Garros e seu 18º título de Grand Slam, só perdeu 10 games em duas rodadas e chegou a parecer entediado nesta quinta-feira, aproveitando todas as oportunidades para praticar sua deixadinha característica.

O primeiro set só exigiu 22 minutos e Djokovic venceu os últimos 10 pontos. A segunda parcial foi pouco mais competitiva.

Berankis precisou receber tratamento nas costas antes do início do terceiro set, e talvez tenha sentido vontade de continuar deitado.

Ao invés disso, ele prosseguiu e foi ainda mais maltratado até Djokovic despachá-lo com seu décimo ace.

A vitória foi a 70ª de Djokovic em Roland Garros, o que o coloca em um segundo lugar compartilhado com Roger Federer na lista dos maiores de todos os tempos, mas impressionantes 25 atrás de Rafael Nadal, dono de 12 troféus do Aberto da França.

Por Martyn Herman

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up