for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Zverev alega ter jogado com febre e tosse após derrota em Roland Garros

PARIS (Reuters) - O alemão Alexander Zverev alegou ter jogado com febre e dificuldades de respirar durante sua derrota na quarta rodada do Aberto da França diante do jovem italiano Jannik Sinner neste domingo, levantando preocupações sobre os protocolos contra a Covid-19 no Grand Slam disputado no saibro.

Zverev parecia desconfortável e foi visto tossindo na quadra durante a partida contra Sinner, chegando a chamar o médico e o treinador. Ele ficou apontando para a garganta e depois tomou um comprimido.

O jogador alemão disse mais tarde que estava doente desde a vitória na terceira rodada contra o italiano Marco Cecchinato na última sexta-feira, isso com uma temperatura corporal de 38 graus Celsius.

As diretrizes do governo francês apontam que uma pessoa com sintomas de Covid-19 -- temperatura corporal acima de 38° C, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dor muscular, perda do olfato ou paladar -- precisa se isolar por sete dias e marcar imediatamente uma consulta para realizar teste.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up