for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Napoli afirma que não enfrentará a Juve e Campeonato Italiano ordena realização da partida

MILÃO (Reuters) - A confusão se instaurou em uma das mais importantes partidas da temporada do Campeonato Italiano, com a liga anunciando, de um lado, que manterá o jogo da Juventus em casa contra o Napoli neste domingo, e os visitantes, de outro, alegando que não podem entrar em campo após o registro de casos positivos de Covid-19.

A situação deixa o futebol italiano com a constrangedora perspectiva de a Juventus e os árbitros comparecerem ao jogo em Turim e esperarem em vão pelo Napoli, que alega proibição de viajar pela a autoridade local (ASL).

Segundo as regras da Serie A, a Juventus deve ter confirmada vitória por 3 x 0 na partida, que deve começar às 20h45 no horário local (15h45 no horário de Brasília).

Um porta-voz do Napoli confirmou à Reuters que a equipe foi colocada em isolamento e ordenada a não viajar pela autoridade local (ASL) após os testes positivos para Covid-19.

Um comunicado da Série A, emitido menos de cinco horas antes do início programado, disse que a ASL não levou em consideração o protocolo de saúde acordado entre o Ministério da Saúde, do Esporte e as autoridades do futebol.

Ele orienta que, se os jogadores testarem positivo, o resto do time ainda pode treinar e jogar novamente, desde que sejam testados novamente e tenham resultados negativos. O comunicado acrescentou que várias partidas já haviam sido disputadas nesta temporada depois que as equipes tiveram um ou mais jogadores com teste positivo.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up