for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

GP de Fórmula 1 turco não terá público devido à Covid-19

Grande Prêmio da Turquia de F1 em 2011 08/05/2011 Action Images / Crispin Thruston

ANCARA (Reuters) - O Grande Prêmio de Fórmula 1 da Turquia do mês que vem será realizado sem público devido ao surto de coronavírus, comunicou nesta segunda-feira o escritório do governador de Istambul, para onde o evento retorna após uma ausência de quase uma década.

O GP da Turquia, agendado para entre 13 e 15 de novembro, voltou ao calendário da modalidade em agosto. O país havia sediado uma corrida pela última vez em 2011 no circuito do Parque de Istambul, que era popular entre os pilotos, mas atraía pouca plateia.

Para aumentar o comparecimento, a Intercity, que opera o parque, vendeu ingressos com os preços mais baixos já vistos para o final de semana de 2020 e anunciou que até 100 mil torcedores poderiam entrar.

Mas nesta segunda-feira o escritório do governador de Istambul anunciou que o final de semana da prova não contará com público por causa da tendência de alta dos casos e mortes de coronavírus no país, com base em uma recomendação do Conselho Provincial de Pandemia de Istambul.

“Foi decidido que a corrida seja realizada sem torcedores”, disse o escritório em um comunicado.

As entradas foram postas à venda no início de setembro, e organizadores e autoridades disseram que havia grande interesse na corrida. O presidente da Intercity, Vural Ak, disse em um comunicado emitido nesta segunda-feira que todos os ingressos serão reembolsados, e acrescentou que “a saúde humana é toda a nossa prioridade”.

A Intercity disse que espera garantir um lugar duradouro no calendário da F1 após a prova deste ano depois de várias rodadas de conversas malsucedidas entre a modalidade e o governo turco.

Por Tuvan Gumrukcu

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up