for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Djokovic passa por susto, mas consegue bater espanhol Carreño Busta em Roland Garros

Novak Djokovic em ação contra Pablo Carreño Busta em Roland Garros 07/10/202 REUTERS/Gonzalo Fuentes

PARIS (Reuters) - O tenista número um do mundo, Novak Djokovic, chegou pela décima vez na carreira à semifinal de Roland Garros, mas levou um susto com o que parecia ser uma lesão antes de bater o espanhol Pablo Carreño Busta por 4-6, 6-2, 6-3 e 6-4, nesta quarta-feira.

Um mês após ser eliminado do Aberto dos EUA por atingir acidentalmente uma árbitra de linha com uma bolada enquanto enfrentava o mesmo Carreño Busta na quarta rodada, o sérvio de 33 anos se viu novamente em maus lençóis.

Mas desta vez o que o afligiu foram aparentes problemas físicos. O primeiro cabeça de chave do torneio estava usando uma fita ortopédica na nuca, e ainda precisou de atendimento médico na parte superior do braço.

Carreño Busta, que perdeu na semifinal do Aberto dos EUA após liderar a partida contra Alexander Zverev por dois sets, tirou vantagem da situação delicada de Djokovic para conquistar o set de abertura -- o primeiro perdido pelo sérvio no torneio.

Djokovic conseguiu salvar alguns break points no início do segundo set antes de elevar sua performance em um momento importante do jogo, garantindo os dois próximos sets.

O espanhol até fez frente, mas Djokovic foi superior nos momentos decisivos e apenas uma quebra de serviço no quarto set foi necessária para garantir o confronto com o grego Stefanos Tsitsipas, a trigésima oitava semifinal de Grand Slam disputada pelo sérvio em sua carreira.

Djokovic enfrentará nas semifinais o grego Stefanos Tsitsipas, enquanto o outro finalista sairá do duelo entre o espanhol Rafael Nadal e o argentino Diego Schwartzman.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up