for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Milan registra prejuízo anual recorde com Covid-19

29/04/2015 REUTERS/Stefano Rellandini

MILÃO (Reuters) - A crise do coronavírus empurrou o clube italiano Milan ainda mais para o vermelho no ano fiscal até junho, resultando em um prejuízo recorde de 195 milhões de euros (230 milhões de dólares) para o clube controlado pelo fundo de investimento norte-americano Elliott.

Como outros times de futebol europeus, o Milan, sete vezes campeão europeu, está sofrendo com a queda nas receitas devido a jogos com portões fechados para conter a disseminação do vírus e descontos em acordos de TV paga solicitados pelas emissoras.

O chefe da liga principal da Itália alertou neste mês que o setor estava à beira do colapso, dizendo que a Série A perdeu mais de 500 milhões de euros em receita devido ao vírus.

O Milan havia reportado um prejuízo de 146 milhões de euros durante o exercício anterior. Excluindo itens pontuais, os resultados financeiros mostraram uma melhora significativa, disse o Milan em uma nota, acrescentando que o clube e seu controlador continuam confiantes de que estão na direção certa para retomar os tempos de glória do clube.

O Milan está empatado em pontos com a Atalanta no topo da Série A, depois de terminar em sexto na temporada passada.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up