4 de Agosto de 2016 / às 22:57 / em um ano

Ex-ginasta Nadia Comaneci lamenta ausência de equipe romena no Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Quando Nadia Comaneci for à Arena Olímpica do Rio no domingo, ela poderá sentar-se e acompanhar a competição de ginástica feminina sem ser perturbada com a tensão que ela normalmente sente.

A tensão foi embora muito antes que ela chegasse ao Rio para celebrar o aniversário de 40 anos de seu “dez perfeito” pois, pela primeira vez desde 1968, seu país, a Romênia, não conseguiu se classificar para a competição por equipes.

“Haverá um grande vazio em meu estômago (no domingo) quando eu não vir minha equipe”, disse Comaneci à Reuters em uma entrevista.

“É como se alguém importante estivesse ausente de uma festa, porque você não consegue imaginar a competição de ginástica das Olimpíadas sem a Romênia.”

A Romênia obteve medalhas por equipes em todas as Olimpíadas desde 1976, incluindo o ouro em 1984, 2000 e 2004, mas esta memorável sequência de quatro décadas na ginástica feminina foi encerrada com lágrimas amargas, que se seguiram a um fracasso no campeonato mundial do ano passado e também no evento-teste no Rio em abril.

Na ausência da equipe completa, a medalhista de ouro da Olimpíada de 2004 Catalina Ponor carregará as esperanças da Romênia nas provas individuais.

Por Pritha Sarkar

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below