September 4, 2017 / 3:06 PM / a year ago

Liga espanhola pede que Uefa investigue Manchester City por Fair Play Financeiro

MADRI (Reuters) - A Liga de Futebol da Espanha (LFP) pediu à Uefa que investigue o Manchester City devido às regras do Fair Play Financeiro, e apoiou a decisão da confederação europeia de analisar os recentes gastos do Paris Saint-Germain com novos jogadores.

A LFP instou a Uefa a investigar as finanças dos dois times depois que cada um deles gastou mais de 200 milhões de euros na última janela de transferência.

“O financiamento com ajuda estatal do PSG e do Manchester City distorce as competições europeias e cria uma espiral inflacionária que está prejudicando irreparavelmente a indústria do futebol”, disse o presidente da LFP, Javier Tebas, em um comunicado emitido nesta segunda-feira.

O PSG é de propriedade do fundo Qatar Sports Investment desde 2011, e o City foi comprado pelo The Abu Dhabi United Group em 2008.

A LFP, que organiza o Campeonato Espanhol, solicitou que eles fossem investigados em agosto, dizendo que os dois clubes têm patrocínios que “não têm sentido economicamente e carecem de valor justo”.

A Uefa iniciou uma investigação formal sobre o PSG na semana passada para descobrir se os gastos do clube com contratações infringem a regras de paridade do Fair Play Financeiro.

“O PSG é um transgressor habitual e está violando os regulamentos de Fair Play Financeiro da Uefa há anos”, acrescentou Tebas.

“É importante que a Uefa não olhe somente as transferências de jogadores mais recentes, mas o histórico de descumprimento do PSG. As transferências são meramente o resultado de anos de doping financeiro no PSG”, disse.

O clube francês comprou Neymar do Barcelona pelo valor recorde de 222 milhões de euros, e o Man City contratou jogadores como Bernardo Silva, Kyle Walker e Benjamin Mendy por um montante total superior a 215 milhões de libras, mais do que qualquer time gastou em uma única janela de transferência.

O Manchester City disse não ter comentários a fazer sobre a situação, e o PSG não estava disponível de imediato para responder.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below