October 2, 2017 / 3:05 PM / a year ago

Guardiola diz que Barcelona deveria ter cancelado jogo devido à violência em referendo na Catalunha

MADRI (Reuters) - Ex-técnico do Barcelona, Pep Guardiola demonstrou nesta segunda-feira espanto com a violência que envolveu o referendo de independência na Catalunha e que, em sua opinião, deveria ter levado o time a adiar sua partida contra o Las Palmas.

Estádio Camp Nou sem torcedores na partida Barcelona x Las Palmas 01/10/2017 REUTERS/Albert Gea

O Barcelona venceu o confronto por 3 x 0 no estádio Camp Nou vazio na tarde de sábado depois que o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, decidiu jogar de portas fechadas em protesto contra a violência policial contra os eleitores.

“Barcelona e Las Palmas jamais deveria ter sido disputado, de jeito nenhum”, opinou o catalão Guardiola, hoje treinador do Manchester City, líder do Campeonato Inglês, à estação de rádio catalã RAC1.

“Na Catalunha eles feriram muitas pessoas, pessoas que só foram às escolas votar”, disse Guardiola, que também capitaneou o Barcelona durante uma carreira de jogador notável.

“As imagens não enganam. Havia pessoas que foram votar e foram atacadas violentamente.”

As autoridades da Catalunha disseram que 840 pessoas ficaram feridas tentando depositar suas cédulas.

A maneira como o governo central de Madri lidou com o referendo, que declarou ilegal, colocou o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, às voltas com a maior crise constitucional do país em décadas.

Por Rik Sharma

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below