February 19, 2018 / 1:30 PM / 9 months ago

Equipe russa demonstra incredulidade com escândalo de doping no curling na Olimpíada de Inverno

GANGNEUNG, Coreia do Sul (Reuters) - Atletas e dirigentes esportivos da Rússia expressaram descrença nesta segunda-feira ao saberem que um de seus medalhistas na Olimpíada de Inverno está sendo investigado por suspeita de doping, um escândalo que pode ameaçar os esforços russos para recuperar sua reputação olímpica.

Alexander Krushelnitsky, da Rússia, durante jogo de curling na Olimpíada de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul 13/02/2018 REUTERS/Cathal McNaughton

Alexander Krushelnitsky, que compete no curling, um dos esportes que menos exige fisicamente dos Jogos, é suspeito de ter sido flagrado em um exame pelo uso de meldonium, uma substância proibida que aumenta a circulação do sangue e melhora a capacidade física.

“É uma idiotice, mas Alexander não é idiota, então não acredito isso”, disse o técnico da equipe feminina russa de curling, Sergei Belanov.

Ele ecoou uma surpresa generalizada entre os atletas de curling, que não conseguem entender por que alguém usaria drogas que aumentam a resistência em um esporte que é uma espécie de xadrez no gelo, exigindo mãos firmes e concentração, e não boa forma física.

Krushelnitsky, que conquistou o bronze com sua mulher, Anastasia Bryzgalova, nas duplas mistas em Pyeongchang, não respondeu a um pedido de comentário.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) abriu um processo por doping contra ele, mas ainda não marcou a data para uma audiência.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres em uma teleconferência em Moscou que é cedo demais para se tirar conclusões sobre o inquérito em andamento.

Já o porta-voz da delegação russa, Konstantin Vybornov, disse a repórteres que Krushelnitsky entregou suas credenciais e deixou a Vila Olímpica enquanto aguarda a análise de uma segunda amostra ainda nesta segunda-feira.

A possível violação de doping acontece em um momento delicado para a Rússia, que está tentando pôr fim a anos de escândalo de uso de drogas e compete em Pyeongchang com atletas neutros, sem autorização para usar sua própria bandeira ou símbolos nacionais.

“Ficamos todos chocados quando soubemos ontem. É claro que esperamos muito que tenha sido algum tipo de erro”, disse a atleta de curling russa Viktoria Moiseeva a repórteres, acrescentando que a equipe acredita que Krushelnitsky é inocente.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below