February 20, 2018 / 7:02 PM / in 9 months

Dono chinês do Milan refuta reportagens e diz estar com as finanças em ordem

Yonghong Li mostra camisa do Milan durante entrevista 14/4/2017 REUTERS/Alessandro Garofalo

MILÃO (Reuters) - O proprietário chinês do time de futebol italiano Milan disse nesta terça-feira que suas finanças estão em ordem e classificou reportagens recentes sobre suas supostas dificuldades financeiras de irresponsáveis.

“Não entendemos o objetivo destes rumores, mas eles chegaram ao ponto de prejudicar seriamente o clube, minhas empresas e minha família”, disse o presidente chinês do time, Li Yonghong, em um comunicado publicado no site do time.

Na segunda-feira o jornal italiano Corriere della Sera disse que uma empresa de participações controlada por Li faliu, acrescentando que um tribunal chinês colocou alguns de seus bens à disposição de bancos credores.   

“A situação referente aos meus recursos pessoais é totalmente sólida, e tanto o clube quanto minhas empresas estão trabalhando normalmente”, afirmou.

Li comandou a Rossoneri Sport Investment Lux, empresa sediada em Luxemburgo que em abril comprou o Milan do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi pelo equivalente a 914 milhões de dólares.

    (Por Stephen Jewkes e Francesca Landini)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below