August 19, 2018 / 7:38 PM / 2 months ago

Diferenças em Manchester se ampliam com vitória do City com seis gols e derrota do United

LONDRES (Reuters) - Sergio Aguero marcou três gols na vitória do atual campeão Manchester City por 6 x 1 sobre o Huddersfield Town neste domingo, antes do vizinho Manchester United sofrer uma vacilante derrota por 3 x 2 para o Brighton & Hove Albion, que deixou Paul Pogba questionando a atitude da equipe.

Enquanto o City de Pep Guardiola encantou novamente contra a única equipe que o impediu de marcar gols em casa na temporada passada da Liga Inglesa, o United apresentou uma atuação defensiva fraca e bagunçada, que deu poucas esperanças de que o time será desafiador nesta temporada.

O outro jogo deste domingo resultou em vitória do Watford por 3 x 1 sobre o Burnley, deixando os Hornets como um dos cinco times invictos com os seis pontos no topo da tabela.

O técnico do United, José Mourinho, admitiu que seu time foi punido por “grandes erros”, com os zagueiros Eric Bailly e Victor Lindelof especialmente culpados, conforme o Brighton marcou três gols no primeiro tempo – mais que o United sofreu em qualquer partida da Liga Inglesa na temporada passada.

Glenn Murray e Shane Duffy marcaram dois gols em dois minutos e, após Romelu Lukaku revidar, Bailly concedeu um pênalti desnecessário, que resultou em gol cobrado por Pascal Gross.

O gol de pênalti de Pogba nos acréscimos, marcado após Marouane Fellaini ser derrubado, chegou tarde demais para mudar alguma coisa.

O capitão do United foi rápido em admitir que a equipe possui problemas. “Eles tiveram mais vontade que nós. Minha atitude não foi correta”, disse Pogba, acrescentando que seus companheiros de equipe também abordaram o jogo de forma errada.

“Nós cometemos erros que não deveríamos ter cometido. Nós tentamos forçar e forçar, nós continuamos tentando, mas já era um pouco tarde. É uma grande lição para nós. Eu continuei tentando, mas eu perdi muitas bolas”.

O contraste com a performance do City horas antes não poderia ser maior.

Assim que Aguero abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo, foi um caminho sem volta para o Huddersfield. O argentino marcou novamente aos 35 do primeiro tempo e aos 30 do segundo, e o City pareceu não dar importância à ausência de Kevin De Bruyne por lesão.

“Nunca o vi assim desde que estive aqui”, disse o técnico Pep Guardiola, elogiando Aguero após colocá-lo no ataque com Gabriel Jesus.

“Sergio está em uma fase incrível com a bola e sem a bola. Na temporada passada, o Huddersfield jogava com cinco atrás. Nós decidimos hoje que iríamos jogar com dois atacantes”.

Jesus e David Silva também marcaram e Terence Kongolo marcou um gol contra no final. O Huddersfield agora possui saldo de nove gols sofridos em dois jogos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below