September 20, 2018 / 3:12 PM / 3 months ago

Agência mundial antidoping readmite Rússia mediante condições

Presidente da Wada, Craig Reedie 21/03/2018 REUTERS/Denis Balibouse

LONDRES (Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) votou a favor do fim da suspensão à Agência Antidoping da Rússia (Rusada) imposta em 2015 em consequência de alegações de um sistema generalizado de doping com apoio estatal, mediante condições.

Em uma decisão já esperada por muitos, mas intensamente criticada, a Wada disse que um dos principais pontos de discórdia, o acesso a amostras de urina armazenadas no laboratório da Rusada em Moscou, ainda precisa ser solucionado.

A suspensão pode ser reativada se isso não acontecer dentro de “um cronograma claro”, acrescentou.

“Hoje a grande maioria do Comitê Executivo da Wada (Exco) decidiu reintegrar a Rusada por ser cumpridora do Código Mundial Antidoping, mediante condições severas”, disse o presidente da Wada, Craig Reedie, após uma reunião nas Ilhas Seychelles.

A Rusada foi suspensa em novembro de 2015 depois que um relatório independente da Wada, formulado pelo advogado canadense Richard McLaren, apontou doping sistemático e abrangente de atletas russos com anuência estatal.

As alegações, que Moscou nega, impediram a participação da Rússia na Olimpíada de Inverno da Coreia do Sul deste ano, na qual alguns atletas russos tiveram permissão de competir sob a bandeira olímpica.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below