September 20, 2018 / 3:12 PM / a month ago

Agência mundial antidoping readmite Rússia mediante condições

LONDRES (Reuters) - A Agência Mundial Antidoping (Wada) votou a favor do fim da suspensão à Agência Antidoping da Rússia (Rusada) imposta em 2015 em consequência de alegações de um sistema generalizado de doping com apoio estatal, mediante condições.

Presidente da Wada, Craig Reedie 21/03/2018 REUTERS/Denis Balibouse

Em uma decisão já esperada por muitos, mas intensamente criticada, a Wada disse que um dos principais pontos de discórdia, o acesso a amostras de urina armazenadas no laboratório da Rusada em Moscou, ainda precisa ser solucionado.

A suspensão pode ser reativada se isso não acontecer dentro de “um cronograma claro”, acrescentou.

“Hoje a grande maioria do Comitê Executivo da Wada (Exco) decidiu reintegrar a Rusada por ser cumpridora do Código Mundial Antidoping, mediante condições severas”, disse o presidente da Wada, Craig Reedie, após uma reunião nas Ilhas Seychelles.

A Rusada foi suspensa em novembro de 2015 depois que um relatório independente da Wada, formulado pelo advogado canadense Richard McLaren, apontou doping sistemático e abrangente de atletas russos com anuência estatal.

As alegações, que Moscou nega, impediram a participação da Rússia na Olimpíada de Inverno da Coreia do Sul deste ano, na qual alguns atletas russos tiveram permissão de competir sob a bandeira olímpica.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below