September 28, 2018 / 3:56 PM / 2 months ago

Hamilton dita ritmo dos treinos para o GP da Rússia

SOCHI, Rússia (Reuters) - Líder do campeonato de Fórmula 1, Lewis Hamilton e seu colega de Mercedes lideraram os cronômetros no primeiro dia dos treinos para o Grande Prêmio da Rússia, e a Ferrari passou apertos.

Lewis Hamilton, da Mercedes, durante sessão de treinos para o Grande Prêmio da Rússia 28/09/2018 REUTERS/Maxim Shemetov

O britânico, 40 pontos à frente de Sebastian Vettel, da Ferrari, a seis provas do final da temporada, percorreu os 5,8 quilômetros do circuito do Parque Olímpico de Sochi em 1min33s385 com pneus hipermacios.

Vettel foi só o quinto mais veloz, marcando 1min3s928, e ficou atrás das Red Bull pilotadas por Max Verstappen e Daniel Ricciardo. Seu colega de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, ficou com o sexto melhor tempo.

O alemão havia sido o mais veloz de manhã, quando cravou 1min34s488 também com pneus hipermacios, e Hamilton o terceiro com os pneus mais lentos.

Vettel está ficando sem tempo para alcançar Hamilton, que acumula sete vitórias na campanha, sendo quatro nas últimas cinco provas.

A Mercedes venceu todos os GPs russos desde o primeiro, em 2014 – Hamilton duas vezes, seu colega Valtteri Bottas no ano passado e o hoje aposentado Nico Rosberg em 2016.

Verstappen fará 21 anos no domingo, mas não será o primeiro piloto de sua faixa etária a largar na pole position devido a uma série de penalidades de motor.

O holandês é um dos cinco pilotos que largarão no final da fila, o que torna a ordem de largada exata incerta.

O australiano Daniel Ricciardo, Pierre Gasly e Brendon Hartley, da Toro Rosso, e Fernando Alonso, da McLaren, são os outros punidos.

Vettel largou na pole em Sochi no ano passado, mas Bottas fez uma largada fulminante que garantiu sua vitória. O finlandês ficou 0s199 atrás de Hamilton na sessão da tarde sem chuva desta sexta-feira.

Ricciardo, o quarto mais veloz de tarde, perdeu a maior parte da manhã devido a problemas mecânicos.

O reserva italiano Antonio Giovinazzi, que assumirá uma vaga na Sauber na próxima temporada, usou o carro de Marcus Ericsson na primeira sessão, e o jovem britânico Lando Norris ganhou experiência antes de sua estreia na McLaren no ano que vem.

Giovinazzi foi o décimo mais rápido, e Norris, que tem 18 anos e chegou a sair da pista, mas sem colidir com as barreiras, o 13º.

Stoffel Vandoorne, que cederá seu lugar na McLaren a ele no final do ano, só ficou com a 16ª posição.

Vindo da Fórmula 2, o russo Artem Markelov deu uma volta na Renault de Carlos Sainz e fez o 15º tempo, e o canadense Nicholas Latifi obteve o 17º tempo na Force India de Sergio Pérez.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below