November 5, 2018 / 3:50 PM / 11 days ago

Mayweather vai ao Japão para anunciar estreia no MMA envolta em mistério

TÓQUIO (Reuters) - A chegada muito comentada de Floyd Mayweather ao Japão como figura de destaque da promoção de um evento de artes marciais mistas (MMA) provou que, seja qual for o local, o lendário boxeador norte-americano sempre será o centro das atenções.

Floyd Mayweather durante entrevista coletiva em Tóquio 05/11/2018 REUTERS/Issei Kato

O lutador invicto de 41 anos anunciou nesta segunda-feira que desistiu da aposentadoria e será a principal atração do próximo evento da Federação de Lutas Rizin, cujas regras ainda serão determinadas, contra um lutador de kickbox japonês no dia 31 de dezembro.

Antes da coletiva de imprensa desta segunda-feira Mayweather deu entrevistas a um grupo seleto de veículos de mídia durante o final de semana, mas a identidade do estreante no evento em Saitama vinha sendo mantida em segredo.

Por isso havia uma sensação palpável de mistério no ar mesmo com a marca ‘The Money Team’ de Mayweather, que chegou atrasado, decorando o ambiente.

Quando Mayweather finalmente apareceu diante da imprensa em Tóquio, o dono do histórico irretocável de 50 vitórias e nenhuma derrota se mostrou muito mais contido do que sua apresentação bombástica, substituindo as bravatas de praxe por um tom sério e profissional.

“Queremos continuar, e eu quero continuar a desenvolver meu relacionamento com a Money Team Tokyo, quero continuar a vir para cá e trazer outros lutadores para cá”, explicou Mayweather durante uma coletiva de imprensa um tanto artificial.

“Minha empresa fez algumas grandes lutas acontecerem nos Estados Unidos, mas estamos ansiosos para levar o cartaz de promoções Mayweather e o cartaz da TMT (The Money Team) para todo o mundo, e se isso significa trabalhar com um grande sujeito como este (o presidente da Rizin, Nobuyuki Sakakibara), sem problema”.

Parece que para Mayweather, que conquistou títulos mundiais de boxe em cinco divisões diferentes, a próxima luta diz respeito à expansão de sua marca e a interesses comerciais no exterior.

“Eu queria fazer algo diferente. Sempre quis mostrar minhas habilidades fora dos EUA e disputar uma luta especial”, acrescentou Mayweather, que sempre competiu profissionalmente em casa.

Seu anúncio causou grande assombro, já que ele havia anunciado sua aposentadoria pela segunda vez depois de perder para o astro irlandês de MMA Conor McGregor em uma luta mista no ano passado e ainda mais por ter assinado com uma marca de MMA sem nunca ter competido no octógono.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below