December 28, 2018 / 12:33 PM / 10 months ago

Kremlin diz que Rússia trabalha com a Wada para encaminhar dados sobre doping

MOSCOU (Reuters) - A Rússia está trabalhando com a Agência Mundial Antidoping (Wada) para resolver um problema relativo à transferência de dados de laboratório, informou o Kremlin nesta sexta-feira – uma condição para a agência antidoping do país manter seu credenciamento.

Logo do Comitê Olímpico Russo em sede da entidade em Moscou, Rússia 09/11/2018 REUTERS/Shamil Zhumatov

A Agência Antidoping Russa (Rusada) foi recredenciada condicionalmente pela Wada em setembro, mas perderá esse status se Moscou não entregar os dados até 31 de dezembro.

Ela perdeu a credencial em 2015 depois que um relatório encomendado pela Wada encontrou indícios da prática de doping entre atletas russos patrocinada pelo Estado.

Na quinta-feira o chefe da Rusada, Yuri Ganus, pediu ao presidente russo, Vladimir Putin, que ajude a fazer com que os dados do antigo laboratório antidoping de Moscou sejam entregues até o final do ano.

Em um pronunciamento em vídeo, Ganus disse que outra suspensão seria um golpe duro no esporte russo e que o isolaria ainda mais no cenário internacional.

A Rússia foi impedida de participar da Olimpíada de Inverno de Pyeongchang deste ano depois que se descobriu que ela orquestrou um esquema de acobertamento de doping patrocinado pelo Estado nos Jogos de Inverno de 2014 realizados em Sochi, cidade do sul russo. O Comitê Olímpico Internacional (COI) convidou russos sem histórico de doping para competirem como atletas neutros.

Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, disse que a Rússia está trabalhando com a Wada para resolver a questão e que muitas das preocupações manifestadas por Ganus são injustificadas.

“O senhor diretor (Ganus) não está totalmente ciente deste processo de trabalho”, disse Peskov aos repórteres em uma teleconferência. “Ele não conhece os detalhes. Muitas das preocupações que ele expressou são infundadas”.

Peskov disse que a Rússia tem “acordos e um entendimento geral” sobre como trabalhará com a Wada para transferir os dados de laboratório, mas não disse se isso ocorrerá no prazo.

A federação atlética russa, que também foi suspensa na esteira do escândalo, ainda não foi reintegrada, mas alguns russos foram liberados para competirem internacionalmente como neutros.

Moscou negou a existência de doping patrocinado pelo Estado, mas admitiu algumas falhas na aplicação de regulamentos antidoping.

Por Maria Tsvetkova e Andrey Kuzmin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below