March 7, 2019 / 9:52 PM / 7 months ago

Uefa abre investigação para analisar se Manchester City violou Fair Play Financeiro

ZURIQUE (Reuters) - A Uefa abriu uma investigação formal sobre se o atual campeão inglês, Manchester City, violou as regras de Fair Play Financeiro, informou a entidade que comanda o futebol europeu nesta quinta-feira.

Jogadores do Manchester City comemoram vitória contra o Bournemouth 02/03/2019 REUTERS/Dylan Martinez

A publicação alemã Der Spiegel relatou em novembro que os proprietários do Manchester City, que são de Abu Dhabi, inflaram acordos de patrocínio para cumprir com as regras do Fair Play Financeiro.

“A investigação se concentrará em várias alegadas violações do FPF que foram tornadas públicas recentemente em vários veículos de mídia”, disse a Uefa em comunicado.

O atual campeão da Premier League respondeu com um comunicado divulgado em seu site na internet.

“O Manchester City saúda a abertura de uma investigação formal da Uefa como uma oportunidade para colocar fim à especulação resultante de um hackeamento ilegal e de uma publicação fora de contexto dos emails do City”, afirma a nota.

“As acusações de irregularidades financeiras são inteiramente falsas. A publicação das contas do clube é completa e uma questão de registro legal e regulatório.”

A matéria da Der Spiegel se baseou em documentos recebidos pela plataforma Football Leaks aos quais a Reuters teve acesso. Ela afirma que alguns dos patrocínios do City ligados a Abu Dhabi eram até três vezes mais lucrativos do que a avaliação de especialistas.

A Uefa disse após a publicação da matéria que pode reabrir investigações dependendo de uma avaliação caso a caso.

O Manchester City e vários outros clubes são propriedade do City Football Group, uma holding na qual o Abu Dhabi United Group detém 87 por cento de participação, com os 13 por cento restantes pertencendo ao consórcio China Media Capital.

As regras do Fair Play Financeiro impedem clubes de receber recursos ilimitados por meio de acordos de patrocínio inflados com organizações ligadas a seus proprietários.

Os clubes podem ser impedidos de participar de competições europeias se for determinado que violaram as regras.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below