for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Fifa multa e bane ex-dirigente equatoriano Chiriboga

(Reuters) - A Fifa aplicou nesta quinta-feira uma multa de um milhão de dólares e uma expulsão vitalícia a Luis Chiriboga, ex-presidente da Associação Equatoriana de Futebol, após condená-lo por ter aceitado suborno.

Chiriboga, ex-membro do Comitê Executivo da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e ex-membro do comitê permanente da Fifa, recebeu pena de 10 anos de prisão no Equador em 2016 por corrupção.

O ex-dirigente de 72 anos, que comandou a federação de futebol de seu país por 18 anos, foi submetido à prisão domiciliar no fim de 2015.

Ele foi um dos cerca de 40 dirigentes, a maioria latino-americanos, implicados em investigações lideradas pelos Estados Unidos que abalaram o mundo futebolístico. Desde então a Fifa, sob a liderança do presidente Gianni Infantino, intensificou os esforços para extirpar a corrupção e a conduta antiética.

A Fifa disse que sua investigação sobre Chiriboga diz respeito a “esquemas nos quais recebeu suborno em troca de seu papel na concessão de contratos de direitos de mídia e marketing de vários torneios de futebol a empresas”.

Entre os torneios estão a Copa América e a Copa Libertadores.

Por Alan Baldwin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up