for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Conte assume Inter de Milão com missão de ressuscitar time

O novo técnico da Inter de Milão, Antonio Conte 19/05/2018 REUTERS/David Klein

MILÃO (Reuters) - A Inter de Milão passou as rédeas a Antonio Conte, ex-técnico da Juventus, Chelsea e Itália, encarregando-o de tentar ressuscitar um time que não conquista um grande troféu há oito anos.

O treinador enérgico de 49 anos, famoso por suas broncas no vestiário, substituirá Luciano Spalletti, que foi dispensado pelo clube de propriedade chinesa na quinta-feira, dois anos antes do fim de seu contrato, apesar de tê-lo conduzido à próxima temporada da Liga dos Campeões.

“Um novo capítulo da minha vida está começando. Estou muito empolgado”, disse Conte em um comunicado publicado no site da Inter. “Escolhi a Inter pelo clube que é, pela base sólida do projeto e por quão ambicioso ele é”.

A Inter conquistou 18 títulos italianos da séria A e a Copa Itália sete vezes, mas passa dificuldades desde que venceu um trinca de títulos da Liga dos Campeões, do Campeonato Italiano e da Copa Itália sob o comando de José Mourinho em 2010.

Seu último grande troféu foi a Copa Itália de 2011, e o time ficou fora da Liga dos Campeões durante seis temporadas consecutivas, voltando à competição com Spalletti na campanha atual.

Conte é seu 11º técnico em nove anos desde a saída de Mourinho, e o time também trocou de comando duas vezes desde então.

A Inter torcerá para que Conte tenha o mesmo impacto que causou na Juventus – o clube de Turim terminou em sétimo nas duas temporadas anteriores à chegada de Conte, em 2011, e depois conquistou três títulos consecutivos com ele.

Mais tarde ele treinou a seleção italiana e a levou às quartas de final da Euro 2016, eliminando a Espanha, que defendia o título, e levando a Alemanha à disputa de pênaltis.

Por Rohith Nair e Brian Homewood

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up