July 14, 2019 / 6:35 PM / 5 months ago

ESPECIAL - Jovem Barrichello tem paixão, mas deve provar talento

TORONTO (Reuters) - Rubens Barrichello vê a conexão com as corridas nos olhos de seu filho Eduardo, mas para o adolescente de 17 anos as similaridades estão sobretudo nas mãos.

Não é de surpreender que alguns dos genes que fizeram de Barrichello o homem de ferro da Fórmula 1, com o recorde de 322 largadas, fossem passados para um filho que começa a encontrar seu caminho no mundo de automobilismo, onde os laços de sangue podem abrir portas, mas não ganham corridas.

“Honestamente, minha paixão é olhar nos olhos dele quando ele está dentro do carro, só porque eu posso ver que ele adora ainda mais do que eu, que corro há 40 anos. É uma loucura”, disse Barrichello, de 47 anos, durante uma pausa no Toronto Indy no domingo.

Em 19 anos de corridas de Fórmula 1, incluindo seis temporadas com a Ferrari, Barrichello contabilizou 11 vitórias, 68 lugares no pódio e duas vezes terminou em segundo lugar no campeonato de pilotos.

Essa longevidade é construída com paixão. Só o tempo dirá se Eduardo possui a mesma habilidade e temperamento que fez de seu pai o consumado companheiro de equipe e competidor.

Correndo no programa da IndyCar, o USF2000, Eduardo teve vislumbres de seu pai em si quando atrás do volante, que para o jovem brasileiro são muito mais reveladores do que os olhos.

“Quando dirigimos o mesmo carro, podemos ver a câmera a bordo, nossas mãos estão sempre trabalhando da mesma maneira, a minha e a dele”, disse Eduardo. “É uma coisa muito boa de se reconhecer.”

Grids de partida em todos os lugares são polvilhados com histórias de pai e filho; Jos e Max Verstappen, Keke e Nico Rosberg, Gilles e Jacques Villeneuve, Graham e Damon Hill, Michael e Mick Schumacher e Mario e Michael Andretti.

O genuíno orgulho e vínculo compartilhado pelos Barrichellos é impressionante.

FÃ NUMERO UM

Além de ser um mentor, Barrichello colocou a mão na massa para consertar o carro, quando seu filho caiu durante a qualificação no sábado.

Questionado quem era seu motorista favorito, Eduardo não hesitou: “Meu pai”.

Quando juntos não há nenhum dos habituais bate-papos brasileiros sobre futebol ou desafios de adolescentes.

“Nós não falamos sobre outras coisas, apenas corridas”, disse Eduardo, com seu pai sorrindo por perto. “Tudo o que sei é dele, eu sou seu fã número um.”

Eduardo não esconde que seu maior sonho é correr na Fórmula 1, mas o caminho que os Barrichellos escolheram é menos percorrido.

O percurso mais direto segue pela Fórmula 1 Europeia, mas no momento, os Barrichellos, que vivem em Orlando, optaram pelo Road to Indy, um programa de desenvolvimento de pilotos norte-americano que leva jovens pelo USF2000 a alcançar a série IndyCar.

Depois de correr no ano passado no campeonato F4 dos Estados Unidos, onde conseguiu quatro das melhores chegadas em 17 corridas, Eduardo mudou-se para a USF2000 com Miller Vinatieri Motorsports, de Adam Vinatieri, do Indianapolis Colts, e Jack Miller, o “Racing Dentist”. da Indy 500 de 1997 a 1999.

Os resultados são diversificados. Ele terminou o melhor da temporada em quinto na segunda corrida do Grande Prêmio da IndyCar em maio, mas não teve sorte em Toronto, terminando em 15º de 17 carros na primeira corrida no sábado e em último no domingo.

Se Eduardo continuará a subir a escada da IndyCar é incerto.

Quando Max Verstappen tinha 17 anos, ele já estava no grid de largada da Fórmula 1 e os Barrichellos não descartam uma mudança para a Europa se a oportunidade certa se apresentar.

“Agora estamos morando na América, estamos nos divertindo muito, a USF2000 tem sido boa. Estamos buscando”, diz Rubens, que correu uma temporada na IndyCar depois de deixar a Fórmula 1 em 2011.

“O mais importante é que gostamos de estar juntos, é como um fim de semana em família e torna isso divertido.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below