September 3, 2019 / 2:54 PM / 2 months ago

Times das 5 grandes ligas europeias gastam mais de U$6 bi na janela de transferência

(Reuters) - Os gastos de times das cinco maiores ligas da Europa totalizaram o recorde de 5,5 bilhões de euros (6,13 bilhões de dólares) durante a janela de transferência da pré-temporada, informou a consultoria financeira Sports Business Group, da Deloitte, nesta terça-feira.

Real Madrid apresenta Eden Hazard 13/06/2019 REUTERS/Sergio Perez

O desembolso foi 0,9 bilhão de euros superior ao recorde anterior estabelecido em 2018, e os clubes da liga inglesa gastaram 1,55 bilhão de euros, um dispêndio líquido de 635 milhões de euros.

As equipes da liga espanhola gastaram 1,37 bilhão de euros, ultrapassando a marca de 1 bilhão de euros pela primeira vez, e a liga italiana (1,17 bilhão de euros), a liga alemã (740 milhões de euros) e a liga francesa (670 milhões de euros) estabeleceram novos recordes.

“Os gastos de clubes das ‘cinco grandes’ ligas da Europa alcançaram níveis recordes na janela de transferência deste verão”, disse Dan Jones, sócio do Sports Business Group da Deloitte.

“Este nível inédito de gastos foi instigado por uma série de fatores, incluindo a renda adicional de novos ciclos de transmissão das ligas e participação em, e distribuições subsequentes de, competições de clubes da Uefa”.

Jones disse que fatores específicos dos times, como mudanças na direção e elencos melhores para atingir objetivos em campo, também contribuíram.

“O desempenho financeiro melhor dos clubes de futebol europeus também reduziu a necessidade de os clubes venderem seus melhores jogadores”, acrescentou.

O espanhol Atlético de Madri comprou João Felix, atacante de 19 anos do Benfica, por 126 milhões de euros, e o Barcelona comprou o atacante francês Antoine Griezmann do Atlético de Madri por 120 milhões de euros.

O Real Madrid encerrou seu longo cortejo a Eden Hazard comprando o meia-atacante belga do Chelsea por 100 milhões de euros.

O gasto líquido da liga inglesa diminuiu em 50 milhões de libras esterlinas (61,39 milhões de dólares) desde o prazo final da liga, em 8 de agosto.

“Olhando o Campeonato Inglês, os gastos de transferência deste verão ficaram pouco abaixo dos níveis recordes, e o gasto líquido ficou em seu menor nível desde o verão de 2015”, disse Jones.

“Embora este nível de gasto líquido em proporção a uma renda de 11% seja o mais baixo desde 2011, ainda acreditamos que os salários aumentarão em uma taxa maior do que o das rendas nas duas próximas temporadas”.

Por Shrivathsa Sridhar, em Bengaluru

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below