for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Jogadores da Premier League criam fundo para instituições de caridade

Jogadores do Everton comemoram gol contra o Manchester United 01/03/2020 Action Images via Reuters/Carl Recine

LONDRES (Reuters) - Jogadores de futebol da Premier League, que estão enfrentando pressão para aceitar cortes salariais durante o surto de coronavírus, lançaram um fundo para arrecadar dinheiro para instituições de caridade do Serviço Nacional de Saúde (NHS) britânico para ajudar no combate à pandemia.

Com o Campeonato Inglês paralisado, os jogadores foram criticados pela mídia britânica na última semana por resistir aos pedidos dos clubes para aceitar mudanças em seus salários.

O sindicato dos jogadores, no entanto, questionou o pedido de redução de 30% nos salários dos atletas, dizendo que reduziria a receita tributária para o NHS do Reino Unido.

O sindicato disse que os jogadores querem garantir que suas contribuições apoiem os clubes em que jogam, funcionários que não jogam, clubes de divisões inferiores e o NHS.

O capitão do Tottenham e da Inglaterra, Harry Kane, e o capitão do Liverpool, Jordan Henderson, estão entre os jogadores que divulgaram nota no Twiter com a hashtag #Playerstogether.

“Podemos confirmar que, após conversas extensivas entre um grande número de jogadores de todos os clubes da Premier League, criamos nossa própria iniciativa coletiva de jogadores, #PlayersTogether”, informou o comunicado.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up