for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Times italianos podem ser examinados e isolados para retomada de treinos

Presidente da Federação Italiana de Futebol, Gabrielle Gravina, durante entrevista coletiva 05/11/2019 REUTERS/Remo Casilli

ROMA (Reuters) - Os jogadores e as equipes técnicas dos times do Campeonato Italiano deveriam passar por exames de coronavírus e depois serem isolados em campos de treinamento quando começarem a se preparar para o reinício da temporada, recomendou a Federação Italiana de Futebol (FIGC) nesta quarta-feira.

A recomendação estará entre as diretrizes elaboradas pelo comitê médico da FIGC para que a temporada, suspensa desde 9 de março por causa do surto de coronavírus, possa recomeçar com segurança, disse a entidade em um comunicado.

A FIGC espera que os treinos possam começar imediatamente depois que o isolamento em vigor terminar no dia 3 de maio. A Itália é um dos países mais atingidos pelo surto, e os jogadores de vários clubes da liga estão entre os infectados.

“Para poder recomeçar o futebol com segurança, é essencial neste estágio desenvolver os melhores procedimentos possíveis para retomar a atividade quando todo o país voltar à ativa”, disse o presidente da FIGC, Gabriele Gravina.

“Trabalhamos sem pressa, mas também sem descanso, para estarmos prontos quando as instituições nos derem o sinal verde.”

A FIGC disse que, para os treinos começarem, cada time deveria formar um grupo de jogadores, equipes técnicas, médicos, fisioterapeutas e outros funcionários que seja “completamente negativo” e isolá-lo em um campo de treinamento como os de verão.

A entidade disse que todos os membros do grupo deveriam passar por exames de coronavírus nas 96 horas que antecederem seu ingresso no campo.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up