for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Fórmula 1 adianta pagamento a equipes

Alerta de coronavírus no local do Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1, que foi suspenso. 1/4/2020. REUTERS/Aziz Karimov

LONDRES (Reuters) - A dona dos direitos comerciais da Fórmula 1 Liberty Media afirmou nesta quinta-feira que adiantou pagamentos a algumas equipes para ajudá-las na crise provocada pelo coronavírus.

A Liberty re-atribuiu sua participação na Live Nation Entertainment do grupo Fórmula 1 para as ações da SiriusXM, movimento que envolveu 1,5 bilhão de dólares para cada lado.

O presidente da Liberty Media, Greg Maffei, disse que isso foi a forma mais eficiente de injetar dinheiro no negócio, e a Fórmula 1 teve um pagamento líquido de 1,4 bilhão de dólares.

A temporada da Fórmula 1 ainda não começou a temporada e já teve nove corridas canceladas e com a meses de distância.

Enquanto isso, algumas das 10 equipes, que dependem muito de sua participação nos lucros do esporte e em patrocínios para correr, estão sentindo o estresse financeiro e cinco das sete equipes no Reino Unido estão com funcionários de licença.

“Adiantamos dinheiro antes dos pagamentos para algumas delas. Há outras coisas que poderemos fazer para sustentar equipes que precisem de ajuda”, disse Maffei.

Reportagem de Alan Baldwin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up