for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Suárez se diz orgulhoso de ter triunfado ao lado de Messi em despedida do Barça rumo ao Atlético

BARCELONA (Reuters) - O atacante Luis Suárez enfatizou sua amizade próxima com o argentino Lionel Messi em uma emotiva despedida do Barcelona nesta quinta-feira, antes de sua ida para o Atlético de Madri.

Luis Suarez no Camp Nou, Barcelona 8/8/2020 REUTERS/Albert Gea

Messi não conseguiu ter encaixe com outros atacantes como Samuel Eto’o, Zlatan Ibrahimovic e David Villa, mas conseguiu ao lado de Suárez, que se tornou seu melhor amigo no clube e um eficiente parceiro de ataque.

“Quando eu vim para o Barcelona, todos diziam para ter cuidado com Leo, que ele era o principal atacante do clube”, disse um emotivo Suárez, em uma entrevista coletiva na qual Messi e os outros colegas Gerard Piqué e Jordi Alba estavam presentes.

“Mas em nosso tempo juntos nós sempre tentamos jogar o melhor que podíamos e saio disso bastante orgulhoso.”

Messi também parecia que deixaria o Barça antes de recuar de sua ameaça de encerrar seu contrato unilateralmente e Suárez criticou as reportagens que saíram na imprensa sobre a influência de ambos no clube.

“Foi um mês maluco, muitas coisas foram ditas e vazaram que foram inventadas, muitas coisas que irritaram, mas todos sabem da boa relação que tenho com Leo”, disse o uruguaio.

Suárez chegou ao Barça em 2014, vindo do Liverpool depois de ganhar as manchetes no mundo todo por morder o italiano Giorgio Chiellini durante uma partida da Copa do Mundo no Brasil, o que fez com que ele ficasse suspenso nos seus primeiros meses no clube.

Mas logo ele formou uma parceria letal com Messi e Neymar, conquistando os títulos do Campeonato Espanhol, da Copa do Rei e da Liga dos Campeões em sua primeira temporada.

Ele deixa o clube após conquistar 13 troféus e marcar 198 gols, o que faz dele o terceiro artilheiro da história do clube.

“Sou grato pelo clube ter confiado em mim em 2014 depois de eu ter cometido um erro. Não era fácil aceitar isso, e eles me trataram maravilhosamente desde que eu cheguei”, disse.

“Vim aqui para realizar um sonho, o de jogar no maior clube do mundo e devo ficar muito orgulhoso de tudo o que fiz.”

Reportagem de Richard Martin

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up