4 de Setembro de 2008 / às 18:41 / em 9 anos

Massa espera que Raikkonen retribua favor e o ajude a vencer

Por Darren Ennis

<p>Massa espera que Raikkonen retribua favor e o ajude a vencer. Felipe Massa espera que o companheiro de equipe Kimi Raikkonen lhe retribua um favor e o ajude a ser campe&atilde;o da F&oacute;rmula 1, caso ele continue a ser o piloto l&iacute;der da Ferrari nas &uacute;ltimas etapas da temporada. 4 de setembro. Photo by Thierry Roge</p>

SPA-FRANCORCHAMPS, Bélgica (Reuters) - Felipe Massa espera que o companheiro de equipe Kimi Raikkonen lhe retribua um favor e o ajude a ser campeão da Fórmula 1, caso ele continue a ser o piloto líder da Ferrari nas últimas etapas da temporada.

Massa vai disputar o Grande Prêmio da Bélgica seis pontos atrás do líder do Mundial de Pilotos, Lewis Hamilton, da McLaren, e sete à frente de Raikkonen. Depois da Bélgica, só haverá mais cinco corridas até o fim do campeonato.

Quando perguntado se espera que o finlandês apoie sua tentativa de se tornar o primeiro campeão brasileiro de Fórmula 1 desde Ayrton Senna, em 1991, Massa disse a repórteres: “se necessário, sim. Como fiz no ano passado”.

“Por minha causa, minha equipe ganhou o campeonato. Ele (Raikkonen) é um cara justo e eu espero que ele faça o mesmo por mim.”

As chamadas “ordens da equipe” não são permitidas, mas o piloto de 27 anos deixou que Raikonnen o ultrapassasse para ganhar a última corrida da temporada passada, no Brasil, depois de largar da pole position e liderar a maior parte da corrida.

O finlandês ganhou o campeonato por apenas um ponto, à frente de Hamilton e do espanhol Fernando Alonso.

Massa ganhou o GP da Europa no mês passado -- foi a quarta vitória dele na temporada. No entanto, Raikkonen é o favorito de domingo. Ele venceu os últimos três GPs da Bélgica.

“Não vou ser menos competitivo aqui”, disse Massa. “Preciso ter a mentalidade de que vou vencer a corrida de domingo”.

A previsão do tempo aponta chuva para domingo, mas Massa rejeitou as críticas à sua performance em pista molhada, como no GP da Grã-Bretanha, quando seu carro derrapou cinco vezes em Silverstone.

“Nunca tive problemas na chuva”, disse. “Mônaco mostrou que não tenho problemas com a pista molhada, mesmo que as pessoas não olhem para os tempos das voltas”, disse.

“Eu não ligo quando as pessoas dizem que não sei pilotar na chuva, porque eu sei que posso pilotar e vencer na chuva”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below