5 de Setembro de 2008 / às 16:16 / em 9 anos

"Se Messi é melhor então vira argentino", diz Julio César a Lula

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As críticas feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva à seleção brasileira somadas com os elogios ao argentino Lionel Messi levaram o goleiro Julio César a dizer, nesta sexta-feira, que Lula deveria renunciar à Presidência e ir morar na Argentina.

Em entrevista coletiva concedida a jornais populares, o presidente afirmou que vê Messi como “o melhor jogador do mundo hoje... quando perde uma bola, ele sai correndo atrás do adversário até tomar”, enquanto os jogadores brasileiros “cruzam os braços e falam ‘o cara da defesa que tire”', segundo transcrição divulgada pela Presidência.

“Eu, que votei nele, fiquei muito chateado, principalmente porque ele citou o caso do Messi. Então vai morar na Argentina, vira cidadão argentino, renuncia à Presidência e talvez o Brasil vai melhorar alguma coisa”, afirmou Julio César, titular do gol brasileiro sob comando do técnico Dunga.

“Se ele chega e dá uma simples frase de apoio, seria uma força e uma motivação a mais para a gente chegar dentro de campo, e não isso que ele fez. Acho que o presidente foi muito infeliz. O presidente não pensou duas vezes antes de falar”, acrescentou o goleiro, no centro de treinamento da seleção brasileira em Teresópolis (RJ).

Há três jogos sem marcar nenhum gol, a seleção principal do Brasil ocupa apenas o 5o lugar nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010. A equipe tentará sua primeira vitória fora de casa na competição contra o Chile, no domingo, antes de receber a Bolívia, quarta-feira, no Engenhão.

Enquanto isso, a Argentina sagrou-se bicampeã olímpica nos Jogos de Pequim, com direito a uma sonora vitória por 3 x 0 sobre o Brasil na semifinal dos Jogos.

De forma menos contundente, o técnico Dunga também reclamou das críticas do presidente, e alfinetou Lula ao dizer que o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), do partido de oposição PSDB, ligou para passar apoio aos jogadores.

“Cada líder se comporta de uma forma, e temos que respeitar. Por exemplo, o governador Aécio Neves nos ligou ontem para passar força”, disse Dunga em entrevista coletiva.

“Nós temos grande admiração pelo presidente, e o grande líder que ele é, mas lógico que num momento desse nós gostaríamos de seu apoio.”

Na entrevista, Lula disse ainda que o Brasil vive uma “entressafra difícil de jogadores” e que a culpa pela má fase do Brasil não é do treinador Dunga, de quem ele disse gostar. Apesar disso, o presidente afirmou que há outros técnicos melhores do que ele no Brasil.

“O Dunga é um técnico que eu respeito. Temos técnico profissional melhor do que ele? Temos. Eu acho o (Vanderlei) Luxemburgo o melhor técnico do Brasil na atualidade”, disse o presidente.

Dunga também defendeu seus jogadores das críticas do presidente e disse que “o torcedor pode ter certeza que nós estamos trabalhando muito, com muita dedicação. Esses jogadores elevam o nome do Brasil nos países onde jogam e nos dão muito orgulho”.

O atacante Robinho, que atua na mesma posição que o argentino Messi, preferiu não entrar na polêmica quando questionado sobre as críticas feitas pelo presidente.

“Como torcedor ele tem direito de falar o que quiser”, afirmou.

Por Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below