7 de Dezembro de 2007 / às 12:44 / em 10 anos

Maldini desfaz especulações de aposentadoria após Mundial

Por Alastair Himmer

<p>O zagueiro e capit&atilde;o do Milan, Paolo Maldini (foto), negou os rumores de que encerraria sua carreira ap&oacute;s o Mundial de Clubes da Fifa, que o time italiano disputa no Jap&atilde;o na semana que vem. Photo by Michael Caronna</p>

YOKOHAMA, Japão (Reuters) - O zagueiro e capitão do Milan, Paolo Maldini, negou os rumores de que encerraria sua carreira após o Mundial de Clubes da Fifa, que o time italiano disputa no Japão na semana que vem.

O jogador de 39 anos, que vai pendurar as chuteiras no final da temporada após 22 anos no Milan, disse nesta sexta-feira que não fará uma despedida no Japão, apesar de reportagens dizendo o contrário na imprensa européia.

“Tenho contrato com o Milan até junho e não tenho intenção de não cumpri-lo”, disse Maldini a repórteres. “Eu estou em forma e concentrado em conquistar a Copa do Mundo de Clubes.”

O zagueiro, ex-capitão da seleção italiana, não tem boas memórias do Japão e da Ásia.

Maldini fez parte do time do Milan que perdeu o torneio antecessor ao Mundial da Fifa -- uma partida única entre os campeões da América do Sul e da Europa -- em 1993, 1994 e 2003.

Ele também anunciou sua aposentadoria da seleção italiana após a Copa do Mundo de 2002, quando a Itália foi eliminada na prorrogação pela Coréia do Sul com um gol do atacante do time da casa Ahn Jung-Hwan, que era marcado por Maldini.

“Não gosto de relembrar estes jogos”, disse Maldini, que, por outro lado, conquistou a Copa Intercontinental com o Milan em 1989 e 1990.

“Mas o atual Mundial de Clubes da Fifa é um grande torneio e extremamente importante para o Milan. Espero que eu possa utilizar essas frustrações de forma positiva.”

O Milan, campeão da Europa, e o Boca Juniors, campeão da Copa Libertadores, entram na competição diretamente na semifinal, na próxima semana.

O Milan enfrentará ou o japonês Urawa Reds ou o vencedor do jogo desta sexta-feira entre o Sepahan, do Irã, e o neozelandês Waitakere United.

O time italiano tem uma semana para se preparar para sua partida de estréia e é considerado favorito para se tornar o primeiro time europeu a conquistar o novo torneio da Fifa.

“Não estamos tão preocupados”, disse um aparentemente tranquilo Carlo Ancelotti, técnico do Milan. “Vai ser difícil, mas nós acreditamos que temos força e qualidade para conquistar o título.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below