11 de Agosto de 2008 / às 06:52 / 9 anos atrás

Massu e Nalbadian têm encontro marcado na quarta-feira

Por Javier Leira PEQUIM (Reuters) - O tenista chileno Nicolás Massú, bicampeão olímpico, disse nesta segunda-feira, depois de ganhar sua partida nos Jogos de Pequim, que quer chegar à quadra central do torneio, mas destacou que antes tem várias partidas pela frente.

<p>Atual campe&atilde;o ol&iacute;mpico, Nicolas Massu, do Chile, saca para o belga Steve Darcis em seu jogo de estr&eacute;ia no torneio de t&ecirc;nis dos Jogos Ol&iacute;mpicos de Pequim. Photo by Toby Melville</p>

Massu venceu na estréia contra o belga Steve Darcis por 6-4 e 7-5. Agora medirá forças com o argentino David Nalbandian, que em seu primeiro confronto bateu o chinês Zeng Shauouxan (6-2 e 6-1).

O chileno se mostrou confiante em chegar a cenários mais importantes do que a quadra 3 do complexo de tênis, onde jogou hoje. Mas destacou: ”Não penso nisso (onde jogar). Nalbadian é top 10 e o mandaram para a quadra 5. A chuva de ontem atrasou muitas partidas e tem jogadores que precisam jogar na quadra central.

Massu se mostrou muito satisfeito com seu desempenho na estréia e está confiante para o encontro com Nalbandian. “Tenho que ir passo a passo. Agora tenho uma partida difícil, Nalbandian é um jogador difícil. Ele já me venceu, mas eu também já o venci”, completou.

Sobre o jogo de hoje, Massú se disse feliz com seu desempenho. “Comecei jogando muito bem, muito concentrado. A última vez que tinha perdido dele foi com três match points. Estou concentrado e com muita gana”, explicou o chileno.

Nalbandian chega mais descansado para enfrentar o chileno. Sua partida de estréia foi um passeio diante do tenista local Zeng Shaoxuan.

“Por sorte, a primeira partida foi curta, não joguei muito, não tive muito desgaste. Pensando na sequência do torneio, isso foi bom.”

Para o argentino, o primeiro fundamento que ele precisa melhorar para o encontro com Massu é o saque. Na estréia, seu aproveitamento foi de 42%. Ele também cometeu seis duplas faltas durante a partida.

“Aqui eu dei muitos saques na rede, porque a bola estava pesada. Preciso afinar a pontaria”, disse o tenista de 26 anos.

“Para mim, vai ser mais uma partida, uma partida dura (...) Todos querem o mesmo. Conseguir uma medalha, já é outra história.”

Reportagem adicional de Pablo Garibian

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below