31 de Outubro de 2007 / às 00:43 / em 10 anos

SAIBA MAIS:Dados da preparação do Brasil para a Copa de 2014

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil foi considerado pela comissão de inspeção da Fifa como “a escolha apropriada a sediar a Copa do Mundo de 2014”, tendo mostrado “potencial para ser mais do que capaz de realizar uma Copa do Mundo excepcional”, de acordo com relatório divulgado na semana passada.

<p>Imagem a&eacute;rea do est&aacute;dio do Maracan&atilde;, no Rio de Janeiro. O Brasil foi considerado pela comisso de inspeo da Fifa como 'a escolha apropriada a sediar a Copa do Mundo de 2014', tendo mostrado 'potencial para ser mais do que capaz de realizar uma Copa do Mundo excepcional', de acordo com relatrio divulgado na semana passada. Photo by Bruno Domingos</p>

Veja alguns dados da proposta brasileira e como os avaliadores da Fifa vêem o país sete anos antes da realização do Mundial:

INTERESSE DO GOVERNO: Muito alto. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais 12 governadores foram a Zurique (Suíça) para acompanhar o anúncio da Fifa desta terça-feira.

ORÇAMENTO: A CBF e o governo não informam a previsão orçamentária para o evento, mas de acordo com a Fifa os valores apresentados inicialmente para a Copa do Mundo de 2014 e a Copa das Confederações do ano anterior estão dentro do exigido

INGRESSOS: 3,7 milhões de assentos serão disponibilizados, sendo pouco mais de 3 milhões a venda para os torcedores.

ACOMODAÇÃO: A Fifa exige um mínimo de 55.000 quartos de hotel divididos entre todas as cidades-sede da Copa do Mundo e considera o Brasil capaz de atender essa exigência, mas pede o apoio do comitê organizador e do governo para garantir que não haja falta de quartos durante a competição.

TRANSPORTE: As 18 cidades postulantes tem aeroportos considerados bons pela Fifa e tanto as rodovias como vias municipais foram consideradas adequadas em 12 das 18 cidades. As seis cidades que tiveram o transporte interno considerado “sem condições adequadas” são: Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis, Maceió, Natal e Rio Branco.

ESTÁDIOS: Nenhum estádio brasileiro está atualmente em condição de realizar jogos de Copa do Mundo, e a Fifa afirmou que terá de prestar atenção especial ao cumprimento dos projetos apresentados pelas 18 cidades postulantes a serem sedes do Mundial. Serão escolhidas de 10 a 12 estádios entre os seguintes:

-- Castelão, Fortaleza: 60.000 lugares em 2014

-- Arena Recife-Olinda: 45.500 lugares (a ser construído)

-- Arena Bahia, Salvador: 44.100 lugares (a ser construído)

-- Arena Zagallo, Maceió: 45.337 lugares (a ser construído)

-- Estrela dos Reis Magos, Natal: 65.100 lugares (a ser construído)

-- Orlando Scarpelli, Florianópolis: 41.700 lugares em 2014

-- Arena das Baixada, Curitiba: 41.375 lugares em 2014

-- Verdão, Cuiabá: 40.000 lugares em 2014

-- Morenão, Campo Grande: 44.355 lugares em 2014

-- Serra Dourada, Goiânia: 40.000 lugares em 2014

-- Vivaldão, Manaus: 40.550 lugares em 2014

-- Arena da Floresta, Rio Branco: 41.264 lugares em 2014.

-- Mangueirão, Belém; 43.788 lugares em 2014

-- Mané Garrincha, Brasília: 76.232 lugares em 2014

-- Mineirão, Belo Horizonte: 74.300 lugares em 2014

-- Morumbi, São Paulo, 66.952 lugares em 2014

-- Beira Rio, Porto Alegre: 60.000 lugares em 2014

-- Maracanã, Rio de Janeiro: 86.100 lugares em 2014

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below